Gold Lab Vet | Centro de Diagnóstico Veterinário

Exame Função Hepática Veterinária

Exame Função Hepática Veterinária

O exame de função hepática veterinária possui suma importância para a medicina veterinária. Afinal, permite que os especialistas realizem o diagnóstico de injúrias hepáticas.

A Gold Lab Vet atua atendendo em São Paulo (SP): somos especializados em cachorros e gatos, realizando testes e exames de função hepática veterinária, hemogramas, cortisol e mais de 100 outros testes não citados.

Para que serve o exame de função hepática veterinária?

O fígado tem a função de regular o metabolismo e absorção de proteínas, carboidratos e lipídios. Por isso, é importante que sua saúde esteja em dia. Afinal, sua importância vai muito além do sistema digestivo e está atrelada a todo o conjunto corporal.

Resultados irregulares comprovam que a alimentação do pet não está em dia ou que sofre com irregularidades devido à má absorção alimentar. Existem várias condições que comprometem a saúde do fígado, principalmente em relação a traumas mecânicos, neoplasias ou, inclusive, condições inflamatórias.

Os eventos citados anteriormente ocasionam em uma leve lesão sobre o fígado, que danifica a sua função principal. Entretanto, é válido salientar que esta lesão não danifica os resultados proporcionados pelo exame e, além disso, não é possível dizer que a situação hepática está comprometida apenas por causa disso.

O exame de função hepática realizado pela Gold Lab Vet abrange tanto os metabólitos sintetizados pelo fígado (albumina, colesterol, ureia, fibrinogênio, glicose, bilirrubina) quanto os indicadores de lesão (AST, ALT, FA, GGT).

Como é feito o exame de função hepática?

Existem alguns aspectos analisados no momento em que o exame veterinário de função hepática é realizado, tais como:

  • Albumina: é no fígado onde ocorre toda a síntese de albumina, é preocupante quando cerca de 60% a 80% de toda a função de sintetização se encontra comprometida, sendo bastante comum em cães com doença hepática crônica.
  • Globulinas: este aspecto é analisado quando há insuficiência hepática, visto que se nota menor quantidade de globulina. É algo frequente de acontecer quando o animal sofre com cirrose hepática.
  • Uréia: é eliminada na urina tanto pelos cachorros e gatos quanto pelos humanos após a síntese de proteína. Geralmente, quando há uma diminuição na sua quantidade, é possível observar um aumento na concentração de amônia no sangue, diminuindo, consequentemente, o seu pH.
  • Colesterol: a sua excreção é realizada pela bile. Por isso, quando há uma certa desregulagem nos processos, é comum que o cachorro ou gato sofra com hipercolesterolêmica, aumentando o colesterol no sangue.

Qual o exame para detectar problemas no fígado?

O exame de função hepática é responsável por detectar problemas e doenças no fígado que prejudicam a síntese de nutrientes e proteínas, trazendo uma série de consequências para os seres vivos (tanto na questão de medicina humana quanto veterinária). Afinal, altera-se o pH do sangue, influencia na respiração e saúde geral do corpo.

Quais são as funções hepáticas?

O fígado possui enorme importância para os seres vivos, pois regula a síntese de proteínas, primordiais para a formação dos tecidos. Além disso, auxilia no controle do pH sanguíneo, removendo a amônia e a transformando em uréia, uma alternativa menos ácida eliminada pela urina.

Outra função atribuída ao fígado é a degradação dos hormônios e o armazenamento de algumas substâncias, como o glicogênio. Por fim, mas não menos importante, também possui a função de realizar a excreção de substâncias tóxicas.

Ligue para nós

Localização

Exames relacionados

Exame T4 Livre Veterinário

O T4 LIVRE (Tiroxina Livre) pretende avaliar o funcionamento da tireoide do animal, certificando-se de que não há excessos hormonais que prejudicam o seu desenvolvimento.

Acessar

Localização

Contatos

Menu

Precisa de ajuda?