Gold Lab Vet | Laboratório veterinário

Febre Maculosa: como diagnosticar e prevenir

 

Febre maculosa, a doença que é um dos assuntos mais comentados na atualidade e as mortes que ela causa.

O que seria a febre maculosa? Qual a relação da febre maculosa com a veterinária? Ela afeta os cães e gatos?

Nós do laboratório veterinário Gold Lab Vet vamos te explicar um pouco mais sobre essa doença.

FEBRE-MACULOSA
FEBRE-MACULOSA

O que é a febre maculosa

A Febre Maculosa Brasileira é uma doença infecciosa aguda, de gravidade variável, causada pela bactéria Gram-negativa, intracelular obrigatória que sobrevive pouco tempo fora do hospedeiro, a Rickettsia rickettsii, transmitida pelo carrapato estrela (Ambyomma cajennense). A maior incidência de casos é durante a primavera e o verão.

Os equideos, roedores como a capivara (Hydrochaeris hydrochaeris), e marsupiais como o gambá (Didelphis sp) têm importante participação no ciclo de transmissão de febre maculosa e há estudos recentes sobre o envolvimento destes animais como amplificadores de riquétsias, assim como transportadores de carrapatos potencialmente infectados.

O modo de transmissão ocorre pela picada do carrapato infectado pela bactéria. Após a picada do carrapato, estima-se que o tempo médio necessário para que ocorra a inoculação da bactéria seja em torno de 4 a 6 horas de parasitismo, mas dependerá de cada espécie de carrapato. Pode ocorrer também a infecção através de lesões na pele ocasionadas pelo esmagamento do carrapato ao tentar retirá-lo.

Leia também:  Clínica e laboratório veterinário

Para retirar os carrapatos, a melhor maneira é utilizar um esparadrado. Após a retirada do carrapato, jogue-os em água fervente. Nunca os esprema com os dedos, para não liberar a bectéria.

Salientando que não há transmissão homem a homem, não sendo necessário o isolamento do paciente.

As formas clínicas podem variar, desde sintomas leves como febre aguda a formas mais graves, com alta taxa de letalidade.

Sintomas da febre maculosa

Cefaléia (dores de cabeça) Diarréia
Vermelhidão nos olhos Vômito
Dores musculares Exantema (erupção na pele)
Dores articulares Dores abdominais

Também podem ocorrer manifestações sistêmicas que incluem edema, anasarca, insuficiência renal, manifestações neurológicas, hemorragias, miocardite, insuficiência respiratória, hipotensão e choque.

Como é feito o diagnóstico para Febre Maculosa

Por se tratar de uma doença grave e de alta letalidade, é necessário que seja feito um diagnóstico precoce da doença. Porém, como os sintomas são muitas vezes inespecíficos, a doença pode ser confundida com muitas outras, como leptospirose, dengue, hepatite viral, salmonelose, meningoencefalite, malária e pneumonia por Mycoplasma pneumoniae.

Os exames utilizados como diagnóstico são

  • Reação de imunofluorescência indireta (RIFI);
  • Técnicas de biologia molecular – PCR (Reação em Cadeia de Polimerase);
  • Cultura e isolamento;
  • Imuno-histoquímica;

Como prevenir

A principal medida profilática consiste em evitar contato com carrapatos.

  • Uma forma de prevenir a doença é, assim que entrar em contato com animais que podem ter carrapatos, checar o corpo por sinais desses insetos e tomar bastante cuidado ao removê-los da pele.
  • Sempre aparar o gramado rente ao solo.
  • Evite caminhar em áreas conhecidamente infestadas por carrapatos no meio rural e silvestre; Quando necessário caminhar por áreas infestadas por carrapatos, vistoriar o corpo em busca de carrapatos em intervalos de 3 horas, pois quanto mais rápido for retirado o carrapato, menor serão os riscos de contrair a doença;
  • Utilizar barreiras físicas como calças compridas com parte inferior por dentro das botas, cuja parte superior deve ser lacrada com fitas adesivas de dupla face; recomenda-se o uso de roupas claras, para facilitar a visualização dos carrapatos; não esmagar os carrapatos com as unhas pois com isso pode liberar as bactérias, que têm capacidade de penetrar através de microlesões.
Leia também:  Clínica e laboratório veterinário

Qual a relação dos cães e gatos com a febre maculosa

Calma, os cães e gatos não podem transmitir a febre maculosa diretamente para nós humanos, porém principalmente os cães podem desempenhar um papel importante na disseminação dos carrapatos, por isso a importância de mantê-los bem cuidados, e principalmente com o uso de carrapaticidas.

Fazemos exames veterinários para diagnosticar diversas patologias, como doença do carrapato em cães e o procurado exame 4dx.

Se tiver dúvidas, fale com um especialista do Gold Lab Vet.

Acompanhe nosso blog para ter dicas de como cuidar bem do seu pet e mantê-lo saudável.

Dúvidas sobre a febre maculosa

Respondemos algumas questões veterinárias sobre febre maculosa, cães e gatos.

Quem pode pegar febre maculosa?

Os seres humanos e outros animais expostos em área endêmica.

Cães e gatos pegam febre maculosa?

Apesar de incomum, os cães e gatos domésticos também podem pegar febre maculosa se forem picados pelo carrapato transmissor.

Febre maculosa é transmitida por cães?

Não diretamente. O cão não transmite a febre maculosa e também é incomum ele carregar o carrapato vetor, que normalmente é encontrado em animais como capivaras e cavalos, mas pode acontecer dependendo da área onde o cachorro se encontra.

Onde fica o carrapato da febre maculosa?

Os carrapatos ficam hospedados em animais que transitam em área com grama como cavalos, capivaras, cabras, cachorros e outros.

Quanto tempo depois da picada do carrapato aparecem os sintomas?

Os sintomas costumam aparecer de 2 (dois) a 14 (quatorze) dias após a picada do carrapato.

 

Curiosidades

Cada fêmea de carrapato infectada pode gerar até 16 mil filhotes aptos a transmitir Rickettsia rickettsii;

Os cães, muitas vezes, não apresentam nenhum sintoma da doença. Por isso, é essencial fazer com frequência a higiene dos animais com carrapaticidas. O uso do produto deve ser realizado tanto em cães domésticos quanto em animais de grande porte como o cavalo ou boi;

Leia também:  Clínica e laboratório veterinário

O laboratório veterinário Gold Lab Vet atua há 7 anos no diagnóstico veterinário auxiliando a salvar vidas de cães e gatos através de exames de alta qualidade, resultados rápidos e preços acessíveis.

Conheça mais sobre nossa empresa e conte conosco para cuidar da saúde do seu pet.

 

 

Compartilhe este conteúdo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Localização

Contatos

Menu

Abrir conversa
1
Fale com um atendente
Deseja agendar? Fale com um especialista agora mesmo.